domingo, 30 de outubro de 2016

A MINHA PRAIA - FRANCIS PEROT



A MINHA PRAIA


Alongo o meu olhar nas águas da sua liberdade
E em sua imensidade construo a nossa morada
A lua e o sol são testemunhas da singularidade
Minha maternidade a qual gerei os meus filhos...

Ao som das muitas águas a sua inalterabilidade
Grita a sua lealdade ao poeta que perdido achou
Em tuas curvas o prazer de toda grandiosidade
A minha praia que me engravidou deste belo ser...

Pernósticos amanheceres de eterna enormidade
Meu cântico de exclusividade que fala de amor
Nas placas de carne do meu coração a liberdade
Peruíbe é a minha praia em prosa, verso e querer...


Francis Perot