quinta-feira, 7 de julho de 2016

TEUS CARINHOS - FRANCIS PEROT


Teus carinhos


Amo a magia do teu olhar
E teus encantos de mulher
Doces caricias acontecem
E sinto teus braços me acolher...

Sua boca na minha me enlouquece
Quando os teus lábios tocam os meus
Sinto o meu corpo estremecendo todo
Na hora em que recebo os carinhos teus...


Francis Perot


25 comentários:

  1. Carinhos que vão da pele até à alma.
    Gostei.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
  2. É muito bom dar e receber carinhos, o amor nos proporciona isso, desejos, abraços, beijos, tudo se transforma numa grande mágica, que é a magia do amor...parabéns meu poeta, amei...te amo

    ResponderExcluir
  3. E por aqui, se escreve amor com todas as letras e sentimentos.

    Tudo de bom...

    ResponderExcluir
  4. Que lindo poema de amor. Obrigado pela visita e comentário no meu blog.
    Vou add o seu blog nos meus favoritos.
    Abs

    ResponderExcluir
  5. Que lindo poema de amor. Obrigado pela visita e comentário no meu blog.
    Vou add o seu blog nos meus favoritos.
    Abs

    ResponderExcluir
  6. Olhares mágicos encantadores, em um lindo e delicado poema de amor.
    Muito bom, um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Francisamigo (chamo sempre assim às/aos minhas/meus Amigas/os ex: Graçamiga; Chicamigo etc e trato-as/os por tu. Se não gostares diz-me que eu sou muito obediente...)

    Belíssimo blogue com uma arrumação fabulástica, miúdas muito giras e poesia a dar por pau. Nunca tinha vindo cá mas agora aqui estou rendido à poesia sensual mas sem ser agressiva ou pornográfica. Dou-te os meus parabéns porque sabes fazê-los muitíssimo bem - e belos!!! :-)))

    Tanto gostei que já te sigo. Espero que me comentes muitas vezes e que te tornes meu seguidor http://anossatravessa.blogspot.pt

    Abç do Leãozão

    ResponderExcluir
  8. Mais um belíssimo poema de amor... em jeito de confissão e declaração...
    E mais uma belíssima inspiração, por aqui...
    Abraço! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  9. Maravilhosa poesia de amor.
    Muito bom seu blogue, amiga.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  10. Sua poesia não é apenas sensual, mas também expressa muito carinho e uma amorosa dedicação à pessoa amada.
    Um feliz final de semana!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  11. Um brilhante e feliz fim de semana a todos...

    ResponderExcluir
  12. “O que quer que ames ama-te”
    Com o teu amor
    Acendeste-me a luz da alma
    Vivo, amo, porque a morte é o ato de regressar

    Tenho um sol inteiro
    Um castelo altaneiro
    A saudade do amor primeiro
    Tenho tanto, nada, rosa, sal fogo

    Doce beijo


    ResponderExcluir
  13. oi amigo, me desculpe pela ausência, aos poucos estou voltando kkk vim lhe desejar um ótimo finalzinho de sábado e um excelente começo de semana!! Abraços!!

    ResponderExcluir
  14. oi amigo, me desculpe pela ausência, aos poucos estou voltando kkk vim lhe desejar um ótimo finalzinho de sábado e um excelente começo de semana!! Abraços!!

    ResponderExcluir
  15. Amor é isso tudo que esccreveu.
    Os carinhos enlouquecem, o beijo na boca embola num desejo carnal irresistível.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  16. Sensualidad a raudales en tus letras... muy bonitos poemas.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  17. Uma ode ao amor com um carinho esfuziante pela amada
    E que riqueza de sensualidade ao delinear os belos versos
    Uma ótima semana
    Um abraço

    ResponderExcluir
  18. OI FRANCIS!
    BELOS VERSOS ESCRITOS COM MUITA SENSUALIDADE.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. A sensualidade que todo o amor precisa...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Beijo que estremece a gente é beijo bom.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigado pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês!

O amor é o estado propenso,
a afetos duradouros
e responsáveis...
Disposição do espírito que
induz uma pessoa a outra,
a dedicar através
do sentimento, carinho


Francis Perot