sábado, 30 de julho de 2016

MENTES LIVRES PARA AMAR - FRANCIS PEROT


Mentes livres para amar


Uma deusa vestida tão somente da luz prateada do luar
Parou o transito de minha vida ao encontrar-me por ai
Selou o destino que um dia foi traçado para eu seguir
E hoje vive aqui ao meu lado, o meu caminho a iluminar...

O destino que desejamos pode ser pelo o amor mudado
Depende de cada um de nós se encontrarmos por ai
A luz a qual me cerca a sua magia trouxe novidades
No mar das incertezas pelos teus encantos fui resgatado...

Batizado pelas águas deste rio o mar do meu coração
Que quase salta pela boca nesta incansável cavalgada
Sons que arrepiam até a alma aquecem as frias noites
Aquietando o intenso desejo e acalmando esse vulcão...

Mas não demora acender a luz das quentes fantasias
Então nossos corpos se enroscam e se enlaçam como?
As nossas mentes, livremente mostram os caminhos
Onde mora o prazer que nos envolvem em noites frias...

Aquecido pelos teus doces beijos os meus lábios se abrem
Num louvor ao grande mar que circunda essa pouca terra
Mas o coração se torna gigante maior que qualquer fera
Tal impulso natural, animal que nossas fantasias dispuserem...


Francis Perot


17 comentários:

  1. Uma verdadeira história de amor, paixão e sensualidade. Gostei. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Magnifica e bela história de amor cheia de sensualidade, gostei de ler.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Uma paixão assim é mesmo um "impulso natural"...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Nada como ter ao lado alguém que se ama, o tempo passa a ser construído de forma sólida e feliz!!! <3 Tudo nesse blog é lindo, sensual e encantador!!

    ResponderExcluir
  5. Uma ode ao amor onde se canta o encontro de corações apaixonados e envolvidos pelo clima da sensualidade
    Lindíssimo Francis
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. OI FRANCIS!
    BELÍSSIMO , AMIGO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não se pode viver o amor, na sua profundidade, sem liberdade. Andam juntos, muito bem harmonizados e combinados.
    O poema é belo e atesta um linda história de amor.
    Um abraço e dias felizes.

    ResponderExcluir
  8. Um mundo em novidade. Viva o amor. Agradeço de coração a visita de todos aqui

    ResponderExcluir
  9. Encantada de visitar tu blog... e intentar interpretar tu poema ( intentar : pues no pude lograr la traducción ! ). Te agradezco tu visita y comentario en mi blog, amigo .
    Intentare continuar leyéndote... aunque con lo poco que " interprete " , estoy segura,eres un gran poeta .. sensual, sutil y delicado , en tu decir.

    Cariños Emy.

    ResponderExcluir
  10. Agradeço a visita e comentários de todos que estiveram aqui e que voltem sempre.

    ResponderExcluir
  11. Mais um poema lindíssimo, por aqui, Francisco!
    Parabéns por tão bela inspiração!
    Deixando um abraço, e me despedindo, por estes dias, em que estou fazendo uma pausa para férias, por lá no meu canto!...
    Tudo de bom, e até breve!... Lá para o final do mês... assim espero...
    Ana

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito da tua visita e todos que gostam de poesias eu tb gosto, então coloquei teu Blog na lista dos meus do lado direito, onde espero outros tb visitem os teus escritos, não vou mentir não li nada teu ainda pois estou numa fase que preciso de tempo para resolver principalmente questão financeira, mas vou ler e comentar muito aqui, abraços e sempre bem vindo !!!

    ResponderExcluir
  13. Uma história poética de uma bonita história, passo a redundância, de amor.

    Bom fim de semana, Francis.

    ResponderExcluir
  14. linda poesia de amor, romântica e sensual, lindo amor cantado em versos...te amo meu poeta...

    ResponderExcluir
  15. Oi Francis,
    Linda poesia de amor cheia de sensualidade e paixão
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigado pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês!

O amor é o estado propenso,
a afetos duradouros
e responsáveis...
Disposição do espírito que
induz uma pessoa a outra,
a dedicar através
do sentimento, carinho


Francis Perot