sábado, 28 de fevereiro de 2015

NOITE DE PRAZER - FRANCIS PEROT


Noite de prazer


Em tua cama desarrumada
O teu corpo a estremecer
Provas deste amor
A noite até ao amanhecer
Na cama liberdade é sem limite
Loucuras do prazer...

O seu jeito de menina
Me faz delirar de prazer
Parece querer me domar
Neste belo alvorecer
Assim ao paraíso me levas
Bem antes de o sol romper...

Atrevida demais da conta
O nosso amor a fortalecer
Envolvido nessa chama
Quero sempre permanecer
Delicia de toques indescritíveis
Em teu corpo estou a mexer...


Francis Perot


3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Um poema sensual bem feito, um verdadeiro sensualismo para a sua amada. Gosto de ler os seus poemas, este é o poema favorito que eu já li.

    ResponderExcluir
  3. Delirante poesia que mostra o quanto é importante o amor ser descrito na sensualidade, tudo faz parte desse sentimento que no corpo a corpo se desfruta o desejo, paixão, os toques, parabéns meu poeta...te amo

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigado pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês!

O amor é o estado propenso,
a afetos duradouros
e responsáveis...
Disposição do espírito que
induz uma pessoa a outra,
a dedicar através
do sentimento, carinho


Francis Perot