sábado, 28 de fevereiro de 2015

NOITE DE PRAZER - FRANCIS PEROT


Noite de prazer


Em tua cama desarrumada
O teu corpo a estremecer
Provas deste amor
A noite até ao amanhecer
Na cama liberdade é sem limite
Loucuras do prazer...

O seu jeito de menina
Me faz delirar de prazer
Parece querer me domar
Neste belo alvorecer
Assim ao paraíso me levas
Bem antes de o sol romper...

Atrevida demais da conta
O nosso amor a fortalecer
Envolvido nessa chama
Quero sempre permanecer
Delicia de toques indescritíveis
Em teu corpo estou a mexer...


Francis Perot


quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

TOQUE-ME - Francis Perot

Francis Perot


Toque-me


Toque-me!
Com os teus lábios...
Superior e
inferior...
Toque-me
com os teus olhos
de mormaço,
na luz morna
do teu quarto
pronta pra fazer amor...
Toque-me!
Porque eu quero te dar
o beijo dos amantes,
e sentir o forte toque,
no tocante
a sensibilidade sexual...
Toque-me!
Com uma estranha
e inexplicável sensação...
Toque de amor
e de tesão
que somente nós dois
sabemos tocar...
Amor esse toque
é somente nosso:
Para quem sabe
de manhas
e artimanhas
de amar...
Toque-me!
com a suavidade
das pétalas de uma flor.
Útil impulso,
que valoriza, todas as caricias
e todas as formas do amor...
Toque-me!
Por favor...


Francis Perot

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

DEUSA DO AMOR - Francis Perot


Deusa do amor


Se exalto os sentimentos líricos
é porque à amo.
Agregado de uma visão poética
purgo a alma no romantismo
quando á contemplo
vestida de sensuais palavras.
Assim os meus olhos
sabem fazer a ligação
intima do desejo
com o prazer
estimulando a nossa loucura.
No momento do amor
estabelecemos determinadas
construções relacionadas
às ideias de não ofuscar
a liberdade deste
tão agradável
e sonhado instante...


Francis Perot



quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

MINHA ARTE MODERNA - Francis Perot


Minha arte moderna


Na criação dos meus versos
um elemento vago prende-se a linha
volúpico, místico e subjetivo
gozando do livre arbítrio que não tinha,
nessa acadêmica terra de poetas:
os guardiões das palavras e mistérios...

Flor preferida e que define
clara dança, lógica e discursiva
poema descrito com o corpo
sonora musicalidade expressiva
lúbicos anseios de alma quente,
supremo desejo da vida...


Francis Perot



Venha conferir a poesia: MINHA ARTE MODERNA  no Recanto das letras. Um feliz fim de semana.