quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Sou o teu prazer

Sou o teu prazer


Minhas mãos macias
levo-as levemente
Passeando-as
pelo teu corpo
em direção a
sua boca quente...
Sou os teus
sonhos presentes,
que todas as noites
à deixa desabrigada
de tuas vestes íntimas...
Assim o teu corpo nu
se assanha em
obscenos atos que
me levam a loucura...
A doçura de sua
boca quente,
escorre no
meu ser
ardentes chamas,
que a minha
alma insana
não procura entender,
se é certo ou errado
esse nosso querer.
Enquanto você
me possui
em sua enorme
fome, sede
recebo os teus carinhos
com enorme prazer...


Poeta Francis Perot

5 comentários:

  1. A sensualidade e o erotismo dos teus versos são encantadores. usas de um lirismo elegante para compor um belo poema de amor. Parabéns
    Abraços fraternos
    Gracita

    ResponderExcluir
  2. Muito ardente o teu prazer!
    Beijão...

    ResponderExcluir
  3. Linda declaração de amor! embora seja um poema, a mente vagava enquanto eu lia....
    é tudo o que gostariamos de dizer para aquele que habita em meu coração ou em nossos corações.
    Parabéns pela escolha do tema e imagem para a postagem.
    Abraços fraterno
    Nicinha

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigado pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês!

O amor é o estado propenso,
a afetos duradouros
e responsáveis...
Disposição do espírito que
induz uma pessoa a outra,
a dedicar através
do sentimento, carinho


Francis Perot