quarta-feira, 29 de agosto de 2012

MEU VIOLÃO



Meu violão


Meu violão é como uma poesia de seis versos
Aos meus toques, toco uma deliciosa canção
Ricas curvas que me tonteiam ao acaricia-las
Idolatrada mulher na poesia do meu coração
Sensual rainha que embala a minha paixão
Agora, ontem, e para sempre o nosso amor.


Poeta Francis Perot