segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Meu doce poema - INDRISO


Meu doce poema



Amantes somos, tal qual a noite e o poeta
Beijos, caricias e entregas, erupção ardente
Assim a noite daqueles que a alma escreve...

Escrevo a alma dos versos inspirados em você
Dança erótica embalando os nossos desejos
Os quais encontro ao dedilhar as tuas curvas...

Meu poema sensual o qual beija a minha alma...

Expresso nas placas de carne do meu coração...



Poeta Francis Perot


8 comentários:

  1. Francis muito lindo este poema ...meus parabena amigo por tuas preciosas palavras...Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Continue escrevendo a alma dos versos e sempre haverá doçura nos seus poemas. Lindo! Abraços

    ResponderExcluir
  3. Hola Francis, tu poema es una danza de placer y sensualidad. Besos

    ResponderExcluir
  4. Agradecendo a todos os lindos comentários e desejando um bom dia a todos

    ResponderExcluir
  5. Doce beijo, doce amor, amargo amor, felicidades, sofrimentos.........enfim, o amor impera..

    ResponderExcluir
  6. Bom Dia Francis vim te desejar uma boa quarta-feira e dizer que tem um selinho para ti no meu Doce Cantinho. Mil bjus.

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigado pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês!

O amor é o estado propenso,
a afetos duradouros
e responsáveis...
Disposição do espírito que
induz uma pessoa a outra,
a dedicar através
do sentimento, carinho


Francis Perot