sábado, 28 de julho de 2012

ORGÃOS DOADOS




Órgãos doados


O meu coração,
no silêncio
bate...
E meus ouvidos
ouvem a voz
do nada...
E no vazio
do tempo,
talvez alguém
no meu túmulo
coloque flores.
Para que
os meus olhos
em outro,
a reguem...


Poeta Francis Perot

Um comentário:

Meus amigos e visitantes, obrigado pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês!

O amor é o estado propenso,
a afetos duradouros
e responsáveis...
Disposição do espírito que
induz uma pessoa a outra,
a dedicar através
do sentimento, carinho


Francis Perot