quarta-feira, 25 de abril de 2012

AMOR É


AMOR É


O amor é como o sol
que aquece o corpo
é também como a lua
que fascina a alma.
Os dois juntos são:
Caricias,
beijos
e sexo...


Poeta Francis Perot


terça-feira, 24 de abril de 2012

Hierarquia de amor (I)


Hierarquia de amor (I)


Hoje tentei
falar de você...
Das curvas graciosas
do teu corpo...
Então tentei
o agrupamento
das palavras
numa determinada
ordem gradativa.
Hierarquia semântica
de amor...
Unhas,
dedos,
mãos
e braços...


Poeta Francis Perot


Hierarquia de amor (II)


Hierarquia de amor (II)


No momento em que percorria
o meu corpo em toques alucinantes,
era como se fosse para mim,
livros,
páginas,
parágrafo
e linha...
No instante em que escrevo
o sentimento de meu coração...
Fiquei exitado na hora em que,
línguas,
lábios,
salivas
e bocas
unira-se num beijo intimo...


Poeta Francis Perot


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Hierarquia de amor (III)


Hierarquia de amor (III)


Abstrato sentimento
Essência do desejo
A razão da existência
dos poetas que são:
Inspiração,
solidão,
papel
e poesias...
A minha é você...
Tu és mulher ardorosa
Fêmea irresistível.
Exitação inextinguível,
desejos incontidos.
Seios,
clitóris,
gemidos
e gozo...


Poeta Francis Perot


sábado, 21 de abril de 2012

Hierarquia de amor (IV)


Hierarquia de amor (IV)


Neste momento
nossos corpos
suados
e excitado,
procuram técnicas
inteligentes para se amar...
Titilação lingual,
ereção clitoriana
carga dos nervos,
tensão muscular,
sistema nervoso.
Descarga elétrica...
Meus olhos fixos
ainda tomado de desejos,
contemplando suas curvas
bastante atrevidas,
olhos lascivos,
adiposidade das coxas,
detalhes de sua anatomia.
Aroma do fruto proibido
e juntos celebrarmos
pra sempre o nosso amor...


Poeta Francis Perot


segunda-feira, 16 de abril de 2012

Belos seios


Belos seios


Meu amor me deixa louco de desejo e tesão
São os seus seios quando roçam o meu peito
Encantadores seios que me deixam doidão
Em branda caricias deitados em nosso leito
Sua boca sedenta me bebe e come num todo...

Sem o auxilio total de vestes feito frutos maduros
Belos seios que me embriagam quando nu os vejo
Bicos rígidos aos toques pruridos de meus dedos
No fogo este amor é consumado e na cama festejo.
Nossos delírios, gemidos, corpos ardentes de prazer.

Teus seios são artes que me inspiram a escrever
Com ou sem rimas versos molhados com o gozo
Assim vou me perdendo nas curvas de seu corpo
Encontrando-me todos os dias pelo amanhecer.


Poeta Francis Perot


quarta-feira, 11 de abril de 2012

Dia do Hino Nacional

Dia do Hino Nacional


Deitados em esplendidos berços
Imenso gigantesco da liberdade
Amantes politiqueiros sem moral...

Do norte ao sul, leste ao oeste,
Onde está o nosso Brasil?

Hino da nossa
Independência
Nacional. Hino da
Ordem e progresso?

Nação brasileira seja forte
Amanhã ressurgirá novo dia
Contra a corrupção vamos lutar
Implantando leis que nos devolva
O orgulho de sermos brasileiros, e
Novamente cantarmos todos juntos
Amada pátria amada salve, salve, pois
Livres de corrupções novamente fomos...


Poeta Francis Perot
13 abril Dia do Hino Nacional
1º Execução do Hino Nacional Brasileiro -1831


domingo, 8 de abril de 2012

FLOR BORBOLETA




FLOR BORBOLETA


Flor bela! Abra a sua linda flor
Liberte a sua suavidade no ar
O seu perfume a me embriagar
Rima o contraste com o amor...

Bela e sensual como as flores
O fruto que sacia a minha fome
Rege agora as flores em botões
Beije-me e coma com os olhos
O doce fruto açucarado da terra
Libertando o desejo perseguido
Eterna deusa cantada na poesia
Terna borboleta que encantada
Aqueça o teu desejo todo dia...


Poeta Francis Perot

quinta-feira, 5 de abril de 2012

DIA DA SENSUALIDADE 06/09


Dia da sensualidade


Dia do desejo e o prazer
Inflama todo o meu ser
Adote-me escravo teu...

Deusa das fantasias que me enlouquece
Amante esposa, que me enobrece...

Sou teu possuído e você minha.
Excitante deusa do meu querer
Navegue nas ondas expressas
Sedenta da tua alma e corpo
Unindo em volúpias o seu ao meu
Amante esposa menina mulher
Linda e bela em todos os sentidos
Inatas ideias de duas pessoas
Dadas ao imenso prazer que quero
Amanhã, hoje e sempre, pois espero
Deusa do amor que me aquece
Em nossa cama do frio se esquece...


Poeta Francis Perot
06 de setembro Dia da sensualidade


segunda-feira, 2 de abril de 2012

CANTORA DEYSE MARANE

ARREPIO


Arrepio



Tome agora um banho frio comigo
quero a sua pele toda arrepiada
como, aos toques de minhas mãos...

Sensação de aspereza sua pele revela-se
aos toques das mãos em seus braços e coxas
queratina dos poros transborda a penugem...

Não quero pressa meu amor para nos banhar

pois quero você nessa mistura de frio e calor...


Poeta Francis Perot



domingo, 1 de abril de 2012

BEIJOS


Beijos


Beijo,
beijinho,
beijoca,
se dado
com carinho,
pode sim ser
uma porta:
Para o amor,
prazer,
ou a dor...
Não importa
se for devagar,
quanto mais se dar
mais se abrirá a flor...


Poeta Francis Perot