terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

QUARTA-FEIRA DE CINZAS - FRANCIS PEROT

QUARTA-FEIRA DE CINZAS


Na minha massa cinzenta
trago as lembranças
que o tempo não apaga.
Palavras e atos perdidos,
imergidos nas cinzas
do esquecimento?
Mas recebi o livramento,
pois os mandamentos
que por mim foi quebrado
nas cinzas do pecado
na quarta-feira foi perdoado.
Pertuba-me agora
a minha mente,
porque nem todas
as quartas feiras,
são cinzas...

Poeta Francis Perot

3 comentários:

  1. Quem ama para valer,verdadeiro sentimento,espalha as cinzas e sonha com a esperança de um novo recomeçar..ou novo amor que se encaixe perfeitamente em suas metades.Parabéns.Adoro teus sensuais.Bjus\Flor*

    ResponderExcluir
  2. Olá Poeta Francis!
    Vim agradecer a sua visita lá em meu blog e por ter aceitado a minha amizade. Você deve está se perguntando, como assim aceitado a sua amizade? Então te respondo, sim Francis, aceitaste a miha amizade assim que resolveste participar de meu blog, não costumo colecionar contatos, prefiro fazer amizades. Claro, que para uma amizade prevalecer será necessário que outrem também a queira.
    Ah.. sobre seus poemas, são de excelentíssima harmonia e suavidade.
    (...)Na minha massa cinzenta
    trago as lembranças...

    Realmente, há muitas lembranças que estão a pertubarmos a mente, muitas provindas do pecado e precisamos nos redimir se quisermos viver a tranquilidade. Orar, pedi perdão, refletir pelo nossos atos. Afinal como você mesmo disse, (...) porque nem todas
    as quartas feiras,
    são cinzas...
    E retornaremos aos mesmos erros, caso não resolvamos melhorar e, de fato, aprender com os mesmos. Concorda?
    Gostei muito de sua criatividade e nexo com que escreves teus versos!
    Grande abraço de sdua nova amiga Pérola.

    ResponderExcluir
  3. Virei sempre passear pelo blog e poemas, adorei o poema que me deixou e os outros daqui,

    bjs

    ResponderExcluir

Meus amigos e visitantes, obrigado pela visita, se quiserem comentar ficarei muito feliz em ler e visitarei também cada um de vocês!

O amor é o estado propenso,
a afetos duradouros
e responsáveis...
Disposição do espírito que
induz uma pessoa a outra,
a dedicar através
do sentimento, carinho


Francis Perot